We Are Church International

“Sigam o modo do Papa Francisco, de dialogar e de reformar”

Antes do início da terceira semana da Décima Quarta Assembléia Geral Ordinária do Sínodo dos Bistpos sobre „A Vocação e a Missão da Família na Igreja e no mundo contemporâneo“, mais de 50 organizaçõesinternacionais católicas voltam a tornar público seu Apelo aos Bispos Sinodais “Sigam o modo do Papa Francisco, de diálogo e reforma!”

Num espírito de diálogo como o instado pelo Papa Francisco, e motivadas pelo Espírito de Deus, todas essas organizações estão apelando aos bispos para que escutem, com atenção, o que elas estão dizendo, de modo a tornarem nossa Igreja uma família mais compassiva.    

Os resultados deste Sínodo terão uma influência crítica sobre a importância do Catolicismo para as necessidades do nosso tempo.

O Apelo destaca os problemas fundamentais vividos pelas famílias católicas em todo o mundo:

  • Os problemas sociais e econômicos da família devem ser amplamente discutidos pelo Sínodo, em particular os que afetam as mais vulneráveis, as crianças e as mulheres.
  • Com relação aos divorciados e aos re-casados e sua admissão à Eucaristia, deve ser adotada a prática da Igreja primitiva, tal como acontece naIgreja Ortodoxa.
  • Quanto ao que concerne ao “Motu Proprio” (Carta Apostólica) do Papa Francisco, sobre o processo canônico de nulidade do casamento, nós concordamos com, e acolhemos o a simplificação do procedimento, mas questionamos o conceito de anulação como tal.

 As pessoas homossexuais e os casais do mesmo sexo devem ser considerados como membros plenos da Igreja, com todo o direito e todo o dever.

  • A ‘Humanae Vitae’ não tem sido aceita pela maioria do Povo de Deus; os casais que seguem sua consciência devem ser respeitados.  
  • O Sínodo deve emitir uma mensagem clara e públicaT

de arrependimento aos sobreviventes de abusos sexuais praticados por gente do clero, bem como às suas famílias.

Entretanto, por mais que esperemos deste Sínodo presentemente constituído, soluções para tantos problemas, afirmamos que uma falha relevante do Sínodo reside em sua natureza clericalizada e especialmente a falta de representação das diversas formas de famílias católicas que vivemos no mundo contemporâneo.

O apelo foi iniciado por movimentos internacionais pelas reformas que estão organizando duas conferências para rememorar o Segundo Concílio Ecumênico, em Roma, em novembro de 2015. O apelo foi assinado por mais de 50 movimentos da Europa, da América do Norte e do Sul e da Austrália.

List of signing organisations:

www.wir-sind-kirche.de/?id=128&id_entry=5925#APPEAL_SYNOD_2015_SIGNEES

Contact: 
Christian Weisner, +49-172-5184082,This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. (in Rome October 20-23)
Dr Martha Heizer, +43-650-4168500,This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.